Qual mulher não tem receio de tomar anticoncepcional por medo de engordar? Muitas acreditam que pode ser mito, mas a verdade é que as pílulas anticoncepcionais favorecem a retenção de líquidos e isso e que pode favorecer o possível aumento de peso. As pílulas anticoncepcionais podem fazer com que a mulher engorde aproximadamente um quilo por ano.

Quando o aumento de peso é superior a um quilo por ano em decorrência da pílula anticoncepcional é provável que o fato se deva a uma soma de fatores genéticos aliados a má alimentação, sedentarismo e maus hábitos, não apenas ao uso da pílula.

 Tomar anticoncepcional engorda

   

Quando o método contraceptivo escolhido pela mulher é a injeção trimestral, elas contem apenas a progesterona, esse hormônio pode propiciar o aumento de peso, inchaço, aumenta a sensibilidade mamária e no início causa sangramentos irregulares. O uso prolongado desse método pode causar uma série de efeitos colaterais como amenorreia, ou seja, ficar sem menstruar por três meses ou mais, porém, nesse caso sem prejuízo a saúde.

Mas para combater os efeitos colaterais da pílula, a impressão ou real sensação de ganho de peso, é essencial realizar exercícios com certa regularidade. Meia hora de caminhada diária já pode aumentar a circulação sanguínea e consequentemente reduzir a retenção de líquido proporcionada pelas pílulas anticoncepcionais.

Entre as pílulas que engordam ou incham estão Celene, Belara, Diane 35, Nordete, injeção anticoncepcional e adesivo anticoncepcional. Já Level, Minima, Adoless, Yaz e Yasmin fazem parte das pílulas que não causam os efeitos indesejados pela maioria das mulheres.