Tomar pílulas anticoncepcionais durante a gravidez não é seguro. Se uma mulher suspeita de uma gravidez, deve suspender o uso do produto de imediato, ou pode aumentar o risco de defeitos congênitos.

Um estudo publicado no ano de 2009 sugeriu uma associação entre o uso de pílulas anticoncepcionais durante o momento da concepção e um aumento no risco de baixo peso do bebê ao nascer ou de um parto prematuro. Pesquisas mais antigas também informam que o uso de determinadas pílulas anticoncepcionais durante a gravidez pode representar um risco de problemas de desenvolvimento dos órgãos sexuais de um bebê do sexo feminino como o alargamento do clitóris.

remédios-anticoncepcionais-gravidez

   

Sinais de gravidez? Suspenda o medicamento!

Pode ser difícil reconhecer os sintomas da gravidez se você engravidar enquanto estiver tomando anticoncepcional por causa das náuseas, da sensibilidade mamária e do sangramento menstrual irregular, pois os sintomas de gravidez comuns também são possíveis efeitos colaterais da pílula. E se você engravidar enquanto estiver tomando este medicamento em questão, há uma chance um pouco maior que a gravidez seja ectópica, o que acontece quando o óvulo fertilizado se implanta fora do útero, geralmente em uma trompa de Falópio.

Como medida de precaução, pare de tomar pílulas anticoncepcionais se suspeitar de gravidez no mesmo momento. Até que a gravidez seja confirmada ou descartada, utilize outro método de controle de natalidade, como os bons e velhos preservativos, que são bem seguros e higiênicos até. 

Se você está preocupada porque tomou pílulas anticoncepcionais antes de saber que estava grávida, os médicos alertam que não há muito risco, pois o período de ingestão foi bem curto. E para as futuras mamães, um grande alerta: é sempre importante discutir qualquer uso de medicamentos durante a gravidez com o seu médico, seja ele qual for, pois pode afetar a gravidez de uma forma silenciosa e você não saberá até o nascimento.