O anticoncepcional é mais utilizado para inibir a gravidez indesejada, porém ele ainda regula o ciclo menstrual e traz outros benefícios como prevenir câncer no colo do útero, a queda de cabelos, melhora a pele e ajuda no controle de peso, contrário do que muitas mulheres pensam.

A cartela de um anticoncepcioal contêm 21 comprimidos no geral, o modelo mais comum. A mulher deve tomá-los diariamente na mesma hora durante 21 dias consecutivos, em seguida, ao fim dos comprimidos deve dar um intervalo de sete dias, quando ocorre a menstruação e depois voltar com a nova cartela.

cartela de anticoncepcional

   

Se esse mês você vai fazer aquele cruzeiro ou viajar para o litoral e não quer menstruar, você pode emendar uma cartela na outra. Porém, saiba que isso não deve ser feito com frequência. Segundo os ginecologistas, os anticoncepcionais orais são feitos com base em dois hormônios, o estrogênio e a progesterona, e programados para serem interrompidos. Caso a mulher tome muitas cartelas consecutivas sem o intervalo de sete dias, isso pode acarretar além dos comuns inchaço e mau humor, graves problemas ao organismo.

Não é prejudicial emendar as cartelas uma vez ou outra, mas assim como a pílula do dia seguinte, esse tipo  de anticoncepcional não foi feito para isso e com o tempo irá fazer mal a sua saúde. Por esse motivo, se a sua intenção é não menstruar existem outras formas como o anticoncepcional injetável que dura três meses e não gera menstruação.

E ainda as cartelas de 28 comprimidos que são feitas a base de um só hormônio, a progesterona. Esse tipo de anticoncepcional faz com que você não mentrue. Mas fique ligada, existem pílulas anticoncepcionais de 28 comprimidos sendo sete de efeito placebo, consulte seu ginecologista antes de comprar qualquer uma para não desregular tudo e te deixar preocupada com os efeitos causados pelo uso